Por um mundo melhor
eu sou loco

São 2 da manhã, eu de calça e blusa/ um tempo frio, do céu cai chuva/ eu sou sozinho
parceiro e é foda/ com meu destino ninguém mais se importa/ chegar ao ponto que cheguei é
lamentável/ estado físico inacreditável/ eu sinto crise, eu sinto convulsão/ é muito triste meu
estado, sangue bom/ 30 quilos mais magro, vai vendo/ o resultado é pura essência do veneno/ o
vício tira a calma, a cabreiragem me acelera/ o demônio rouba a alma, o inferno me seqüestra/
cadê a luz que vem lá do céu? / cadê Jesus pra julgar mais este réu? / tenho vontade de morrer
constantemente/o descontrole da mente me deixa impaciente, e é foda/ eu saio que nem louco
pela rua/ único mano, é o cano na cintura/ eu preferia ta falando de amor/ falando das
crianças, e não da minha dor/ mais eu sou o espelho da agonia de um homem/ sem identidade,
caráter, sem nome/ sem Mercedez, Audi ou Mitsubishi/ consumidor da praga do apocalipse/ tão
jovem, sem esperança de vida/ tão novo, e já suicida/ são 2 da manhã e faz chuva. O pesadelo
ainda continua.

http://www.vagalume.com.br/mv-bill/depoimento-de-um-viciado.html#ixzz20tYZGSMC

locos na madrugadas

São 2 da manhã, eu de calça e blusa/ um tempo frio, do céu cai chuva/ eu sou sozinho
parceiro e é foda/ com meu destino ninguém mais se importa/ chegar ao ponto que cheguei é
lamentável/ estado físico inacreditável/ eu sinto crise, eu sinto convulsão/ é muito triste meu
estado, sangue bom/ 30 quilos mais magro, vai vendo/ o resultado é pura essência do veneno/ o
vício tira a calma, a cabreiragem me acelera/ o demônio rouba a alma, o inferno me seqüestra/
cadê a luz que vem lá do céu? / cadê Jesus pra julgar mais este réu? / tenho vontade de morrer
constantemente/o descontrole da mente me deixa impaciente, e é foda/ eu saio que nem louco
pela rua/ único mano, é o cano na cintura/ eu preferia ta falando de amor/ falando das
crianças, e não da minha dor/ mais eu sou o espelho da agonia de um homem/ sem identidade,
caráter, sem nome/ sem Mercedez, Audi ou Mitsubishi/ consumidor da praga do apocalipse/ tão
jovem, sem esperança de vida/ tão novo, e já suicida/ são 2 da manhã e faz chuva. O pesadelo
ainda continua.

http://www.vagalume.com.br/mv-bill/depoimento-de-um-viciado.html#ixzz20tYZGSMC

powderdoom:

manwigs:

me acting silly

My friends are so pretty & talented look look look

powderdoom:

manwigs:

me acting silly

My friends are so pretty & talented look look look

femmevenom:

First Signs of Spring by Mario Sorrenti for V magazine #51

femmevenom:

First Signs of Spring by Mario Sorrenti for V magazine #51

alecshao:

Dianne Harris - E = MConsciousness², 2011